Jherysson Rodrigues, vítima de grave acidente em Itaituba.

Vítima de grave acidente em Itaituba fala sobre sua experiência traumática

“Eu me senti em um momento de final de vida”, disse o enfermeiro Jherysson Rodrigues em entrevista ao Giro.

Jherysson Rodrigues, vítima de grave acidente em Itaituba.

O enfermeiro Jherysson Rodrigues, de 30 anos, foi vítima de um grave acidente na madrugada da última quarta-feira (28), na estrada do Bis, quando o mesmo perdeu o controle do veículo que estava e caiu no rio Bom Jardim. Um amigo de Jherysson também estava no carro, mas não se feriu.

Local do acidente.

Em entrevista ao Giro, após todo o trauma, Jherysson contou detalhes do ocorrido. Ele afirmou que na terça-feira (27), tinha convidado alguns parentes para jantar fora e realizar uma confraternização com os amigos próximos. Assim sendo, o acidente aconteceu quando retornava para casa, após deixá-los em suas residências, restando apenas um amigo no carro. Confirmou ainda que não estava embriagado no momento do ocorrido.

Jherysson e amigos horas antes do acidente.

“Não vou culpar a estrada que tem buracos ou a falta de iluminação, a questão é que fui procurar um pote de bombons, porque sempre uso uma balinha quando vou para o trabalho, então fico degustando e como não consegui encontrar desviei a atenção do volante e comecei a procurar no escuro e por um vacilo perdi o controle do veículo. Foi algo muito rápido, não teve como desviar o carro”, disse o enfermeiro.

Segundo Jherysson, durante o ocorrido, o carro capotou diversas vezes. Afirmou ainda que no acidente o seu braço deslocou e sofreu uma pancada na cabeça que, atualmente, é o principal problema, por causa das tonturas que surgem.

Veículo ficou completamente destruído.

O primeiro socorro recebido partiu de um vigilante que trabalha para a Reicon, identificado como Jardel, que teria ouvido a batida do veículo e resolvido procurar se tinha alguém dentro do carro. Assim que percebeu que havia sinal de vida no veículo, Jardel ajudou a chamar o SAMU e, logo em seguida, o Corpo de Bombeiros para prestar os atendimentos especializados e fazer o resgate das vítimas.

“E o incrível foi que não quebramos nada, somente o carro que ficou destruído e não teve mais conserto. Meu amigo e eu ficamos praticamente ilesos, sem nenhum membro afetado e nenhum problema neurológico”, disse Jheryssson surpreso e acrescentou “Eu me senti em um momento de final de vida”.

Veículo ficou completamente destruído.

Ação social

Com todos os prejuízos materiais e físicos de Jherysson, amigos e familiares decidiram promover uma rifa beneficente visando arrecadar recursos para arcar com os custos decorrentes do acidente. O principal prejuízo foi a perda total do veículo que foi avaliado por vários mecânicos e dado como perdido. O carro havia sido adquirido há pouco mais de dois meses.

Se você quer ajudar adquirindo uma rifa para concorrer à vários prêmios, clique AQUI e fale pelo whatsapp.

Fonte: Portal Giro

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.