Instituição de Ensino Superior, Faculdade do Tapajós.

Suposta invasão de homem armado em faculdade de Itaituba não passou de um mal entendido

“Achávamos que era um assaltou ou alguém querendo matar todo mundo.” Disse um acadêmico

Instituição de Ensino Superior, Faculdade do Tapajós.

Na noite desta terça-feira (4), por volta das 21h30, docentes e acadêmicos da Faculdade do Tapajós foram surpreendidos por um homem que, ao furgir de policiais disfarçados, adentrou na Instituição e causou pânico.

Muitos que estavam do lado externo presenciaram o momento em que o homem abandonou a moto em que estava e correu para dentro da Faculdade, neste momento, muitos alunos não entendendo o que estava acontecendo, correram desesperados para salas, banheiro, secretária e residência de vizinhos, alegando que havia um homem armado no local. “Achávamos que era um assaltou ou alguém querendo matar todo mundo.” Disse um acadêmico

Outra acadêmica, que estava fora da Instituição no momento da correria relatou o momento. “Fiquei com muito medo e corri até entrar na academia e pedir ajuda para ligarem para a Polícia, porque um homem chegou na frente da Faculdade dizendo que era assalto. Antes disso uma pessoa jogou a moto no meio da rua e saiu correndo para dentro da Faculdade. Foi um momento de desespero, ouvi todo mundo gritando” afirmou.

Diante da situação, a princípio esta era a versão dada por todos que estavam no local, entretanto, não se tratava exatamente de um assalto, muito menos massacre, como muitos especulavam. Segundo um policial Militar, o fato concreto é que horas antes do ocorrido, aconteceu um tiroteio no bairro Maria Madalena, próximo ao Instituto Federal do Pará-IFPA, onde um homem trocou tiros com a polícia e conseguiu fugir de moto.

Depois da troca de tiros, policiais disfarçados, que faziam buscas nas ruas da cidade, observaram um motoqueiro em atitude suspeita e que poderia se tratar da pessoa que estava sendo procurada, a partir dai iniciou-se uma perseguição. O motoqueiro tentou fugir pela contramão na Travessa João Pessoa, e em seguida adentrou à Instituição de Ensino Superior localizada na 7a rua do bairro Bela Vista.

Momento da chegada da Polícia na Instituição.

O possível suspeito foi detido por um policial Militar, que seria professor na faculdade, em seguida foi encaminhado para a delegacia e comprovado que não se tratava do mesmo homem que havia trocado tiros no Maria Madalena. Também não foi encontrada nenhuma arma com ele.

Fonte: Portal Giro com informações de Plantão 24 horas news

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.