Raimunda Márcia Paes de Carvalho, secretária da SEMDAS de Trairão.

Secretária de Assistência Social de Trairão pode ser afastada do cargo

“Eu não acho justo não me darem a tribuna da Câmara para eu me defender, não é justo comigo” disse a secretária.

Raimunda Márcia Paes de Carvalho, secretária da SEMDAS de Trairão.

A Secretária que coordena a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social-SEMDAS, no município de Trairão, Raimunda Márcia Paes de Carvalho, pode ser afastada do cargo após o não envio de um relatório requerido pela Câmara de Vereadores, por intermédio do ofício n°074/2019 emitido no dia 15 de março, assinado pelo presidente da Casa e por seis vereadores, onde estava tipificado o envio de um boletim à Câmara, sobre o tráfego de veículo usado pela secretaria, bem como o consumo de combustível.

A secretária por não ter o documento requerido em mãos, não respondeu em tempo hábil. Desta forma, outros dois ofícios foram reiterados à ela para que houvesse esclarecimentos sobre a situação do veículo utilizado pelo referido órgão.

A mesma, segundo afirma, pediu a tribuna da Câmara por três vezes para explicar sobre o que lhe foi pedido através de ofício, onde pretende mostrar os atendimentos que realizaram e as assinaturas e cadernos de uso, visto que a mesma não dispunha do documento específico que constava no ofício.

Em vídeo, a secretária, esclarece alguns pontos “A compra da caminhonete foi com dinheiro do Cadastro Único do Bolsa Família. De todos os nossos atendimentos, do cofinanciamento estadual que foi liberado; a moto, impressoras, computadores, implementação do CRAS, tudo foi feito com dinheiro de serviços, que é repassado de fundo a fundo do Governo Federal”.

“Em nenhum momento eu me omiti em responder o que estão me pedindo; não posso inventar a planilha que estão me pedindo, um documento que eu não tenho. Eu fico muito triste com o que está acontecendo, a Câmara me solicitou um documento e não me deu o direito de resposta, de me defender. Se eu sair da secretaria, eu saio de cabeça erguida” afirmou.

Manifestação de populares na Câmara Municipal.

Ainda conforme informações apuradas, um parecer já foi instaurado para investigar e pedir o afastamento da secretária. Em reposta à atitude da Casa, populares que não aceitaram tal posição, estão reivindicando para que tal ação possa ser revista.

Fonte: Portal Giro

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.