Projeto Muda que a Amazônia Muda.

Projeto socioambiental propõe recuperar áreas garimpadas em Itaituba e região

O Projeto “Muda que a Amazônia Muda” é inédito no Brasil, idealizado pela empresa BMG Máquinas.

Projeto Muda que a Amazônia Muda.

A BMG Máquinas, distribuidora autorizada BMG Hyundai, no Estado do Pará, lançou um projeto socioambiental inédito no Brasil. O evento ocorreu dentro da programação da 30ª Expoagro Industrial, no município de Itaituba/PA, e contou com a presença de várias autoridades, entre elas do Deputado Federal Joaquim Passarinho, representando o Congresso Nacional, este que tem se envolvido na questão da regularização, regulamentação e normatização da garimpagem no estado paraense.

Projeto Muda que a Amazônia Muda.

Na oportunidade, Roberto Katsuda, que é o presidente da BMG Máquinas e mentor do projeto inovador, lançou o Projeto “Muda que a Amazônia Muda”, que tem chamado a atenção de todo o Brasil e causará grande impacto positivo para o meio ambiente. Conforme informado, o Projeto consiste no incentivo dos garimpeiros a recuperar as áreas garimpadas. A BMG Hyundai, sai do papel e coloca a mão na massa, doando um Kit Viveiro para cada garimpeiro que adquirir uma Máquina Hyundai.

Empresário Roberto Katsuda [à esquerda], mentor do projeto.
Este Kit, contem toda a instrução e materiais necessários para a construção de um viveiro de 36 metros quadrados com capacidade de produzir até 1500 mudas. Suficiente para a recuperação de uma área até 02 hectares, conciliado com corretas técnicas para a recuperação. Inicialmente, estão sendo utilizadas 13 espécies arbóreas disponíveis no mercado, visando melhores resultados para a rápida recuperação de uma área minerada e 02 espécies de leguminosas, que são tipos de arbustos com excelente agregação de nitrogênio e matéria orgânica no solo.

Projeto Muda que a Amazônia Muda.

Segundo o que foi informado, o objetivo deste projeto é demonstrar que com pouquíssimo investimento, mas com a boa vontade e conscientização ambiental, é possível mudar a visão negativa ou até mesmo a criminalização da atividade de exploração garimpeira. Dessa forma, durante toda a feira agropecuária, a equipe técnica esteve no estande da BMG Máquinas dando explicação técnica, sanando todas as dúvidas e curiosidades sobre o Projeto “Muda que a Amazônia Muda”.

Projeto Muda que a Amazônia Muda.

Fazem parte da equipe técnica do projeto: Guilherme Aggens, Engenheiro Florestal, Florisvaldo dos Santos de Santana Júnior, Engenheiro de Minas, Marcos Filipini Administrador de Empresas e os advogados Fernando Brandão e Denis Batista, todos sob o comando de Katsuda.

Fonte: Portal Giro

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.