Polícia prendeu padrasto que abusou da enteada por cinco anos no PA — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Polícia prende padrasto que abusou da enteada por cinco anos em Santarém

Vítima engravidou; Abusos aconteciam desde quando a menina tinha 9 anos.

Polícia prendeu padrasto que abusou da enteada por cinco anos no PA — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um homem de 34 anos teve mandado de preventiva cumprindo pela Polícia Militar no domingo (20) na região do Lago Grande, em Santarém, no oeste do Pará. Ele estava foragido desde que a companheira o denunciou por abusar sexualmente da enteada desde quando ela tinha 9 anos. Atualmente, vítima tem 14 anos, mas foi abusada até os 13 e teve um filho do padrasto.

O caso chegou ao conhecimento da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente (Deaca) depois de a equipe da delegacia executar uma ação na comunidade Curuai, em setembro de 2018.

“Desesperada, a mãe me chamou e contou que tinha descobrido que a filha era abusada. Eu registrei o caso lá mesmo e trouxe para a delegacia para começar as investigações, mas desde então o suspeito estava foragido”, explicou a delegada Milla Moura.

O pedido de prisão por estupro de vulnerável foi representado pela delegada e a Justiça expediu o mandado. Depois de ser preso, o homem ficou no Posto Destacado da PM no Lago Grande e na manhã desta segunda-feira (21) foi encaminhado a Santarém para ser ouvido na Deaca. Ele vai passar por exame de Corpo de Delito no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves e depois será levado à penitenciária.

Caso foi registrado na Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente em Santarém — Foto: Geovane Brito/G1

A vítima tem mais três irmãos, sendo eles filhos do padrasto, e, segundo as investigações, somente ela era abusada. No final de 2018, a adolescente deu à luz um bebê filho do padrasto.

Segundo a delegada Milla Moura, o nome do abusador não foi divulgado para preservar a identidade da vítima.

Fonte: G1 Santarém

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.