Polícia prende acusado de matar Robson Maciel em Itaituba

Acusado foi preso na manhã da última quarta-feira (7), ele foi reconhecido por três testemunhas.

Postado em: 8 de novembro de 2018, às 21:19hs

Miguel de Albuquerque Lima, preso acusado de matar Robson.

A polícia cumpriu, na manhã da última quarta-feira (7), o mandado de prisão preventiva contra Miguel de Albuquerque Lima, acusado de ser o autor do assassinato de Robson Maciel de Sousa, de 38 anos, crime ocorrido no dia 14 de Setembro no bairro Bela Vista em Itaituba.

Robson Maciel morreu aos 38 anos.

Segundo apurou o Giro, a prisão aconteceu por volta das 6h da manhã. O acusado foi reconhecido por três testemunhas, a moto utilizada no crime também foi localizada e apreendida pela polícia.

O caso segue em sigilo devido as investigações. O acusado ficou detido na delegacia de polícia até a tarde desta quinta-feira (8) e seria transferido para o presídio da cidade ainda no dia de hoje.

A família da vítima comemora a prisão do acusado. Um dos familiares agradeceu o empenho da polícia, em especial ao delegado Wilian. Eles seguem aguardando as investigações e torcem para que a polícia consiga chegar ao mandante do crime.

Entenda o caso

Vítima após ser baleada.

Robson foi baleado com três tiros, na cabeça e abdomem, na noite de sexta-feira, 14 de setembro, por volta das 20h30, enquanto jantava em um estabelecimento na décima oitava rua esquina com Travessa 15 de Agosto.

Testemunhas oculares afirmaram que o acusado estacionou há alguns metros do local em que a vítima estava, se aproximou e efetuou os disparando de curta distância.

Principal suspeito

O principal suspeito de ser o possível mandante do crime, segundo a família da vítima, seria um homem que ameaçava Robson por um possível envolvimento que o mesmo manteve com sua mulher. Ele é funcionário da prefeitura municipal de Itaituba.

Ainda nas primeiras horas após o crime, um familiar esteve na residência do suspeito, juntamente com a polícia, e o mesmo negou as acusações afirmando não ter nenhum envolvimento. Ele ainda foi conduzido e apresentado na delegacia de Polícia com um advogado mas logo foi liberado.

Mais sobre Robson

Robson trabalhava com vendas, morava há um ano com a professora Mauritânia Sousa e deixou duas filhas.

Fonte: Portal Giro

Reagir
Curtir Amei Haha Uau Triste Grr
722

Compartilhe

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.