Daniele Priscila Nogueira Quaresma, 29 anos, garçonete.

Mulher que foi presa em Moraes Almeida suspeita de tráfico é inocentada

Daniele Priscila Nogueira esclareceu os fatos na delegacia e foi apresentada apenas como testemunha no caso; Ela era garçonete no estabelecimento onde ocorreu as prisões.

Daniele Priscila Nogueira Quaresma, 29 anos, garçonete.

Na última segunda-feira (25), Policiais Militares do Distrito de Moraes Almeida, Município de Itaituba, realizaram uma operação contra o tráfico de drogas, onde prenderam três pessoas e apreenderam dois menores. Dentre os presos estava uma mulher, Daniele Priscila Nogueira Quaresma, 29 anos, que, inicialmente, era apontada como parte do grupo, pois estava com um dos alvos da operação no momento das prisões.

Foi somente após depoimento na delegacia, horas após a prisão, que foi constado que a mulher era apenas a garçonete do bar onde um dos acusados foi encontrado. Daniele disse que o acusado, Francisco Luiz, costumava frequentar o bar que ela trabalha. “naquele dia, ele tinha esquecido um rádio em cima da mesa e, por já tê-lo visto ali outras vezes, decidi guardar no balcão, evitando algum possível furto. Mas não sabia que ele era traficante de drogas e nem que era procurado pela Polícia.” afirma

Durante a chegada ao estabelecimento, os Policiais revistaram o bar e encontraram, dentro do rádio transmissor, dois papelotes de droga. Daniele, que estava trabalhando, como faz todos os dias, foi levada como suspeita de ter envolvimento com o tráfico de drogas. A notícia foi publicada por diversos blogs e, inclusive, pelo portal Giro.

Depois de todo o esclarecimento de Daniele, ela foi utilizada no procedimento apenas como testemunha e seu envolvimento no crime foi descartado pela polícia.

Fonte: Portal Giro

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.