MPF denuncia policiais de Novo Progresso, no PA, por abuso de autoridade e cárcere privado

De acordo com o MPF os crimes ocorreram quando o delegado e um PM prenderam três agentes da Polícia Federal que atuavam na região.

Postado em: 22 de dezembro de 2018, às 11:48hs

Policiais do município de Novo Progresso, sudoeste do Pará, foram denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) por abuso de autoridade, cárcere privado e divulgação de segredos.

De acordo com o órgão, o caso ocorreu em novembro deste ano, quando o delegado da cidade e um Policial Militar prenderam três agentes da Polícia Federal. Caso sejam condenados, os envolvidos podem pegar uma pena de até três anos de prisão.

Segundo as investigações, os agentes federais atuavam em uma investigação na região e, no dia 21 de novembro, tinham ido a um restaurante, quando foram abordados por um dos PMs envolvidos. A denúncia afirma que o militar ameaçou chamar outras viaturas enquanto exigia que o carro da PF fosse retirado da via pública. O carro foi retirado, mas mesmo assim duas viaturas chegaram ao local e nove policiais, de armas em punho, entraram no restaurante.

Os agentes foram abordados pelos PMs. Os servidores da PF tentaram comprovar que eram policiais, mas mesmo assim foram levados para a delegacia. Ao chegar no local, o delegado ordenou que os agentes fossem colocados em uma cela. Eles ficaram presos por um dia sob acusação de estarem bêbados. Porém, a alcoolemia constatou que eles não ingeriram bebida alcoolica.

No dia seguinte, um jornal da cidade publicou fotos das carteiras funcionais dos agentes da PF. De acordo com o MPF, os documentos só podem ter sido fornecidas pelo delegado.

Segundo a denúncia criminal, os três policiais responsáveis pelo episódio devem responder por abuso de autoridade e cárcere privado. Já o delegado deve ser julgado também por divulgação de segredo, por ter mandado ao jornal as identificações funcionais dos agentes.

Fonte: G1

Reagir
Curtir Amei Haha Uau Triste Grr
2

Compartilhe

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.