Livros jogados em escola de Rurópolis. (Foto: Reprodução)

Moradora de Rurópolis se revolta após milhares de livros serem jogados no lixo

Em vídeo divulgado nas redes sociais a moradora manifesta sua revolta e afirma que muitos dos livros sequer foram utilizados.

Livros jogados em escola de Rurópolis. (Foto: Reprodução)

Uma moradora do município de Rurópolis, no Pará, registrou e publicou em sua rede social, Facebook, um vídeo que mostra milhares de livros didáticos sendo jogados fora, um verdadeiro ato de descaso com a educação e desperdício de dinheiro público. Compartilhado milhares de vezes, o vídeo rapidamente viralizou em grupos de WhatsApp da cidade, causando muita indignação e revolta por parte da população, tanto na internet, quanto fora.

“Que vergonha. Essa escola não tinha uma gestão não? Quer dizer que jogar fora pode, né? Agora dar os livros para os alunos, não pode” digitalizou uma internauta compartilhando da mesma indignação.

Livros jogados em escola de Rurópolis. (Foto: Reprodução)

Segundo o que foi informado, Rurópolis é uma cidade que tem um índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) considerado baixo e, para muitos moradores, descartar livros no lixão municipal é um golpe muito baixo, um retrocesso e uma afronta aos princípios que norteiam uma educação de qualidade. A maior parte das pilhas de livros, que estavam em um prédio antigo de uma determinada escola, sequer foram usados.

Livros jogados em escola de Rurópolis. (Foto: Reprodução)

Conforme informado, a Secretaria de Educação do município de Rurópolis, por meio do secretário Jurandir Vieira, tentou se justificar por meio de uma nota, divulgada nos grupos de Whatsapp, explicando o motivo do descarte dos livros, mas tal justificativa não foi suficiente para conter a revolta de populares.

Clique no link abaixo e assista o vídeo em que aparecem os livros jogados:

Fonte: Plantão 24 horas

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.