Médico do programa Mais Médicos durante atendimento — Foto: Karina Zambrana /ASCOM/MS

Mais Médicos abre novo edital com 111 vagas no Pará e 03 em Itaituba

A lista ainda conta com os municípios de Rurópolis, Novo Progresso e Jacareacanga, com uma vaga cada.

Médico do programa Mais Médicos durante atendimento — Foto: Karina Zambrana /ASCOM/MS

O Ministério da Saúde (MS) publicou no Diário Oficial da União (DOU) de segunda-feira (13), nova etapa do Programa Mais Médicos com lançamento de edital que oferece duas mil vagas em 790 municípios brasileiros priorizando o que possuem altos índices de vulnerabilidade social. As inscrições começam a partir de 27 deste mês de Maio.

Do total de vagas, 111 estão destinadas para 48 locais no estado do Pará, dos quais um é o Distrito Indígena (Dsei) Guamá-Tocantins e os demais são municípios paraenses. Os destaques vão para Ananindeua (9 vagas), Marabá e Igarapé Miri (8 cada), Santarém e Breu Branco (6 vagas cada). Itaituba também integra a lista, com 03 vagas. A lista ainda conta com os municípios de Rurópolis, Novo Progresso e Jacareacanga, com uma vaga cada.

De acordo com o Ministério da Saúde, o novo edital prioriza a participação de profissionais formados e habilitados com profissionais com registro (CRM) no Brasil. A expectativa do MS é que mais de seis milhões de pessoas que vivem nas áreas mais vulneráveis do Brasil tenham assistência na Atenção Primária reforçada nesta nova etapa do Programa Mais Médicos.

As cerca de 2 mil vagas são para os profissionais do Mais Médicos atenderem as populações de áreas historicamente com maiores dificuldades de acesso, como a exemplo das ribeirinhas, fluviais, quilombolas e indígenas, que dependem do atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). Ainda segundo o MS, os médicos devem começar a atuar na Atenção Primária desses municípios a partir de junho deste ano.

Para ter acesso à relação de vagas iniciais por municípios, clique acesse aqui.

Fonte: G1

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.