Homens da força nacional chegam a Itaituba para dar apoio ao ICMBio contra o desmatamento

Pedido de apoio partiu do Ministério do Meio Ambiente após ataques a equipes de fiscalização do ICMBio na Floresta Nacional de Itaituba 2; Região é uma das que mais foram desmatadas na Amazônia.

Postado em: 29 de outubro de 2018, às 22:47hs

Homens chegam para dar apoio ao ICMBio que atua contra o desmatamento em Itaituba.

Um grande grupo de soldados da força nacional chegou em Itaituba na tarde desta segunda-feira (29). A ação é um cumprimento a portaria publicada na última quinta-feira (25) no Diário Oficial da União que garantiu o envio de apoio ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) na região de Itaituba.

O pedido partiu do ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, após ataques a equipes de fiscalização do ICMBio que atuavam em uma operação contra o desmatamento na Floresta Nacional de Itaituba 2.

Segundo o Ministério, a medida vale por seis meses, o número de homens enviados na operação não foi informado.

Na última terça-feira (23), o Comando Geral da Polícia Militar decidiu suspender temporariamente o apoio às ações de fiscalização do instituto. De acordo com a PM, a suspensão foi para ‘prevenir possíveis novos distúrbios onde estavam sendo realizadas as ações do ICMbio. A PM mencionou a ”insatisfação de colonos” e ”o risco à integridade física de policiais e fiscais”.

Na quarta-feira (24), o ICMBio informou que também suspendeu as ações de fiscalização na região até que seja restabelecido o apoio policial para garantir segurança dos agentes de fiscalização. Mas, na versão do Ministério do Meio Ambiente, as operações da equipes continuaram.

Ataques

Na sexta-feira (19), moradores tentaram impedir uma operação do ICMbio na Floresta Nacional de Itaituba. Segundo o ICMbio, manifestantes bloquearam pontes e atiraram pro alto pra intimidar os fiscais, que só conseguiram deixar a floresta sob escolta policial.

A região é uma das que mais foram desmatadas na Amazônia nos últimos anos. No local, o ICMbio é responsável por fiscalizar 12 unidades de conservação, áreas protegidas que somam 9 milhões de hectares de floresta.

Fonte: Portal Giro com informações do G1 Pará

Reagir
Curtir Amei Haha Uau Triste Grr
2

Compartilhe

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.