Winglya Aboim Lopes, 26 anos.

Família de Winglya confirma realização de nova manifestação por justiça

Ato está marcado para a próxima quinta-feira (26) com concentração na frente da 19a seccional, em Itaituba.

Winglya Aboim Lopes, 26 anos.

Acontecerá no dia 26 de Setembro, uma manifestação organizada por familiares e amigos de Winglya Lopes, vítima de homicídio, que tem como principal suspeito o ex-esposo, Arlyson Souza, considerado foragido da justiça. De acordo com a irmã de Winglya, a manifestação iniciará em frente à 19a Seccional de Policia Civil em Itaituba, com a intenção de percorrer as principais ruas da cidade.

Pai de Winglya recebe o apoio e solidariedade de moradores do bairro.

Em apoio à manifestação, servidores do Sindicado dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado (Sintepp), realizarão a distribuição de garrafinhas com água para os participantes durante o trajeto, além de cederem um carro de som. Para garantir a segurança do movimento, a família pede o apoio de outros órgãos que possam atuar em conjunto no dia, como o Departamento de Trânsito (DETRAN) e a Coordenadoria Municipal de Trânsito de Itaituba (COMTRI).

O principal objetivo do movimento é a busca por justiça, pois, desde o seu desaparecimento, o principal suspeito de ter cometido o crime nunca foi encontrado. A família pede ainda que o nome de Arlyson Souza seja colocado no banco de dados de procurados da Polícia Federal e Interpol, para dificultar a saída do mesmo do país, visto que, surgiu comentários de que Arlyson teria saído do Brasil e seguido para o Suriname.

Segundo os organizadores da manifestação, a expectativa é de que muitas pessoas possam se solidarizar com a causa e colaborar participando da manifestação.

O CASO

Winglya e o ex marido, Arlyson Souza.

Winglya Aboim Lopes, desapareceu misteriosamente no dia 08 de maio. Logo em seguida,  familiares e amigos iniciaram buscas por respostas do que poderia ter acontecido. Algumas manifestações foram realizadas em frente à 19º Seccional de Policia de Itaituba e Câmara Municipal.

Manifestação na Câmara Municipal de Itaituba.

No dia 13 de Junho foram encontradas ossadas humanas que aparentava ser de uma mulher, devido as roupas encontradas no local. Iniciou-se assim, especulações de que os restos mortais seriam de Winglya, por isso, foi coletado material e enviado à Belém para a realização de exame de DNA. Somente na manhã do dia 11 de Julho foi confirmado que os restos mortais eram mesmo da jovem.

Fonte: Portal Giro

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.