Família busca recursos para liberação do sepultamento por não terem condições de pagar caixão

Postado em: 16 de agosto de 2017, às 13:26hs

Voltando ao caso da mulher que teve morte confirmada e durante o velório e os vizinhos afirmavam que ela estava viva. Seu esposo, conhecido como Índio, e uma amiga da família, buscam a liberação do enterro da senhora, segundo eles, o caixão que a mesma está sendo velada não foi pago, tudo isso devido um mal entendido onde a família, muito humilde, achou que ele seria dado pela prefeitura já que a família não tem condições de comprar.

Ainda segundo eles, a funerária só irá liberar para enterro quando o caixão for pago, o valor de R$ 1.000,00. Por o esposo ser indígena, uma das saídas seria buscar ajuda da FUNAI (que pagaria o caixão), mas isso se a mulher também fosse indígena ou mediante apresentação de certidão de casamento, o que eles não tem em mãos no momento.

Na manhã desta quarta-feira (16), estiveram na SEMDAS (secretaria de assistência Social) buscando ajuda, foram encaminhados para outro setor correndo contra o tempo para realizarem o enterro da mulher ainda essa tarde.

Perguntados sobre o fato ocorrido ontem, eles continuam afirmando que a mulher estava quente, mole e apresentava batimentos cardíacos. Logo a mulher começou a apresentar os sinais tradicionais de óbito, ficou endurecida, fria e cor pálida.

LEIA TAMBÉM: Itaituba: durante funeral, moradores afirmavam que idosa não estava morta

Fonte: Portal Giro

Quer receber notificações de novas notícias de nosso site e ficar por dentro de tudo?? Envie agora mesmo um WhatsApp para o número (93) 99156-8842 informando que viu esta mensagem no portal e SAIBA MAIS!!!

Reagir
Curtir Amei Haha Uau Triste Grr

Compartilhe

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.