Martinho pilotava o avião que caiu.

Encontrados os destroços de avião desaparecido há quatro meses em Itaituba

Os destroços da aeronave foram encontrados na tarde desta segunda-feira (11), juntamente com o corpo do piloto.

Martinho pilotava o avião que caiu.

Após 4 meses e 2 dias de desaparecido, os destroços do avião de prefixo PT-KDU, que decolou dia 9 de agosto de Itaituba, foi encontrado na tarde desta segunda-feira (11). Junto aos destroços da aeronave, também foram encontrado corpo de Martinho, o piloto.

Segundo informações, os destroços e o corpo do aviador foram encontrados por um homem identificado pelo apelido Transpa, em uma região próxima da pista de pouso São Bento 2, que não funciona mais atualmente. Além disso, o avião teria caído há poucos metros da pista, localizada próximo ao local de destino.

Aeronave que estava desaparecida.

“O avião caiu há 200 metros de distância de uma pista abandonada. Tudo indica que ele tentou pousar nessa pista por problemas técnicos, mas não conseguiu. Ele mudou a rota por algum problema no voo e tentou outra pista mais perto”, afirmou um dos filhos do proprietário da aeronave.

Agora com os restos da aeronave será possível colher informações para tentar descobrir de fato o que teria culminado na queda do avião, logo que o piloto tinha uma vasta experiência na aviação de garimpo na região de Itaituba.

O fato

Local da queda.

O avião decolou da pista de Girassol, na altura do Km 235, em Itaituba, na tarde do dia 9 de agosto, para levar uma carga até o garimpo de São Bento, em uma viagem que duraria 15 minutos. A partir do desaparecimento, várias missões de buscas foram realizadas, todas sem sucesso.

“O piloto estava trabalhando normalmente e pedindo pra mandar óleo pra ele continua o trabalho, pra não ficar Parado. Já tinha feito 2 vôos minutos antes, ia fazer mais um pra finalizar e ir almoçar.” Disse ao Giro um membro da família proprietária do avião.

No dia 31 de julho um aviador, de apelido Curuá, afirmou ter encontrado o que acreditava ser destroços do avião, porém, na verdade tratavam-se de alguns pedaços de madeira. Em áudio, o piloto do helicóptero da base aérea, trazido de Manaus para auxiliar nas buscas,  disse que nada foi encontrado e que possivelmente trata-se de um engano.

Fonte: Portal Giro

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.