Deputado Edmilson Rodrigues (Psol) e Valmir Climaco (MDB).

Em plenário, deputado Federal chama Valmir Climaco de bandido e narcotraficante

Parlamentar falou do avião com drogas apreendido na fazenda do prefeito, “Um bandido, o prefeito, tem que ir pra cadeia.” disse o deputado Edmilson, do Psol-PA

Deputado Edmilson Rodrigues (Psol) e Valmir Climaco (MDB).

A apreensão de um avião com quase 600 kg de cocaína, em uma das fazendas do prefeito de Itaituba Valmir Climaco, gerou uma enorme repercussão que foi além das fronteiras da cidade e do estado, sendo notícia em grande jornais do País e até motivou discurso de quase um minuto na câmara dos deputados nesta quarta-feira (10), durante votação da reforma da previdência.

Sites como G1 (da Globo), Folha de São Paulo, Metrópolis, O Antagonista, Revista Forúm, noticiaram o caso nacionalmente. Além disso, a notícia também foi destaque em praticamente todos os grandes sites e blogs do Pará.

O deputado Federal Edmilson Rodrigues, do Psol-PA, usou o plenário da câmara dos deputados, na tarde desta quarta-feira (10), durante a importante votação da reforma da previdência, para também falar sobre o assunto, em discurso que durou aproximadamente 45 segundos.

“Um grileiro de terra, narcotraficante (…) um bandido, o prefeito, tem que ir pra cadeia e tem que pagar pelo crime contra o estado brasileiro.” disse o deputado em parte de seu discurso, VEJA:

Apreensão de quase 600 Kg de drogas

A Polícia Federal apreendeu no domingo (7), 583 quilos de cocaína e aproximadamente 200 gramas de skunk, também conhecida como “supermaconha”, na fazenda do prefeito Valmir Climaco, em Itaituba. A droga havia acabado de pousar de um avião de pequeno porte em uma propriedade rural. A suspeita é que a droga tenha origem boliviana.

Drogas foram apreendidas assim que aeronave pousou em Itaituba. — Foto: Divulgação/ Polícia Federal

No flagrante, dois homens foram presos e três suspeitos conseguiram fugir. Além da grande quantidade de entorpecente, ainda foram apreendidos dois fuzis AR 15 calibre 556, uma pistola calibre 9 mm, carregadores e munições, mira holográfica e luneta de precisão para uso em fuzil, rádios de comunicação, telefone, além de um avião monomotor, um bimotor e uma caminhonete.

Segundo a Polícia Federal, as investigações terão continuidade para identificar os demais envolvidos na prática criminosa, além da origem da droga.

Valmir saindo do Posto da Polícia Federal em Itaituba. (Foto: Richardson Vieira)

Climaco disse em entrevista à imprensa local que tem a consciência tranquila, que não permitiu o pouso de nenhuma aeronave na pista da fazenda, mostrou o contrato registrado no cartório e que foi até o Posto policial para prestar todos os esclarecimentos. “Vim dá minha declaração para colaborar com a PF e com a justiça, pra esses traficantes não tá fazendo esse tipo de graça na nossa cidade” finalizou.

Fonte: Portal Giro

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.