Mãe e filha foram assassinadas brutalmente por vingança.

Crime brutal, Mãe e filha assassinadas e enterradas na mesma cova em Altamira, PA

Mãe e filha estavam desaparecidas há 24 horas; Assassino se vingou da vizinha que o reconheceu quando tentava roubar sua casa.

Mãe e filha foram assassinadas brutalmente por vingança.

Fernanda Moura de Oliveira, 28 anos e sua filha de apenas quatro anos, Maria Isabele de Oliveira, foram assassinadas e enterradas na mesma cova em uma localidade na zona rural de Altamira, no sudoeste paraense.

Elas estavam desaparecidas desde ontem, 23 e os corpos das duas vítimas foram encontrados na manhã desta quarta-feira, 24, após denúncia dos familiares.

A Polícia Civil de Altamira prendeu dois suspeitos do crime. Um deles, é vizinho das vítimas e teria tentado invadir a casa delas, três dias antes, mas foi reconhecido por Fernanda, que avisou à mãe dele, segundo informações prévias.

Por isso, ele teria assassinado mãe e filha por vingança, quando saíram de moto e enterrou os corpos na comunidade denominada Cipó Ambé, em uma área de mata, próximo de um igarapé, quase oito quilômetros da chácara onde as vítimas residiam.

Os corpos de duas mulheres foram encontrados após investigação e ajuda de populares em Altamira no sudoeste do Pará. Eles foram retirados pela Polícia Civil e o IML, a localização exata se deu no início da tarde desta quarta-feira (24), mais de 24 horas depois do desaparecimento de Fernanda Moura e a filha dela de 5 anos Isabele.

Fernanda, Isabele e o esposo residiam no Ramal do Cupiúba, a  sete quilômetros da sede de Altamira, de onde as duas desapareceram, levando uma motocicleta do casal e os capacetes, buscas chegaram a ser feitas, mas elas não foram encontradas.

Acusados

Um vizinho foi tido como suspeito, ele foi até a delegacia e negou envolvimento no caso, porém familiares também procuraram a delegacia, para denunciar que na casa desse vizinho estavam a moto, os capacetes e um cofre pequeno da família, o homem foi detido pela PM e levado à delegacia novamente.

A Polícia Civil divulgou há pouco os nomes dos dois assassinos, Geovane Silva de Sousa e Dario Santos de Lima e informou que eles já confessaram o crime e estão presos na delegacia local.

Os corpos das vítimas estão no Instituto Médico Legal para autopsia.

Fonte: Portal Roma News

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.