Casinha de cartas nos Correios.

Correios promove campanha para ajudar crianças a realizar desejos na época natalina

O Papai Noel dos Correios ocorre todos os anos em todas as agências, até mesmo na de Itaituba.

Casinha de cartas nos Correios.

O mês de dezembro é o mês que marca as comemorações de Natal, época em que todos os anos crianças do país inteiro começam a escrever suas cartinhas repletas de pedidos para o “Bom Velhinho”. Por isso, há cerca de 30 anos, os empregados dos Correios, comovidos com as mensagens escritas em letrinhas recém-aprendidas ou transformadas em desenhos coloridos que chegavam até a empresa, decidiram começar a tirar esses sonhos do papel. Assim surgiu a campanha de solidariedade: o Papai Noel dos Correios.

O Papai Noel dos Correios.

Com o passar dos anos, a ação ganhou força, se espalhou e, hoje, une a empresa e a população em uma grande corrente de amor e generosidade. Além das cartinhas da sociedade, desde 2010, a campanha estimula as crianças no desenvolvimento de redação de cartas. Assim, alunos de escolas públicas são convidados a também expressarem seus desejos em cartinhas. A prática permite valorizar a escrita e o interesse pelo aprendizado escolar, maior presente que uma criança pode receber.

Para que tudo isso possa se tornar realidade, os Correios contam com a ajuda de milhares de padrinhos e madrinhas dispostos a fazer a magia do Natal acontecer. Qualquer pessoa, em qualquer lugar do país, pode participar da campanha e fazer a alegria de uma criança, basta ir na unidade dos correios, em Itaituba localizada na Hugo de Mendonça, e escolher uma das cartinhas.

Adote uma cartinha e, neste Natal, seja você também um ajudante do Papai Noel. Você pode adotar quantas cartinhas quiser!

Após adotar a cartinha, leve o presente devidamente embalado até os Correios, e pronto! É muito fácil ser o Noel de alguém, não é?

Veja abaixo o vídeo de divulgação da campanha:

Fonte: Portal Giro

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.