Manifesto realizado pelos indígenas . Mundurukus contra a garimpagem.

Contra a garimpagem, Indígenas Mundurukus fecham via que liga Jacareacanga a Itaituba

Ao mesmo tempo, indígenas à favor da garimpagem realizaram atos em defesa da atividade garimpeira, posicionando-se contra o protesto.

Manifesto realizado pelos indígenas . Mundurukus contra a garimpagem.

Na manhã desta segunda-feira (14), por volta das 8h30, indígenas da etnia Munduruku, da Aldeia Missão Cururu e Terra Preta, interditaram a Avenida Santos Dumont na rotatória, considerada a principal via que liga Jacareacanga à cidade de Itaituba. Conforme informado, a ação é contrária ao garimpo localizado na Tribo Indígena Mundurukania, pela qual reivindicam reunião com o executivo, Ministério Público Federal (MP) e vereadores.

Em carta divulgada na última terça-feira, 8 de outubro, pelos caciques que representam o povo, os indígenas afirmaram que “estamos manifestando contra a ganância, contra a exploração das nossas terras, contra a doença que os pariwat (não indígenas) trouxeram. Essa doença levou nossos parentes para o caminho errado, talvez sem volta”.

Carta feita pelos Caciques.

“Vocês, que cavam nossa terra e deixam o seu mercúrio, mataram nosso Rio das Tropas, Rio Kaburua e agora estão matando o Rio Kabitutu. Acabaram com nossos peixes e matarm nossos lugares sagrados do Rio Kaburua (Bio Cak e Karo Etabek) assim vocês estão nos matando também. Não existe dinheiro algum para pagar a herança que nossos antepassados nos deixaram. Sem nossos lugares sagrados, nosso povo não existirá” (Trecho da Carta dos Caciques).

Local do Manifesto.

Por meio da carta ainda solicitaram a interrupção imediata das atividades garimpeiras que estão sendo realizadas em áreas indígenas, dando o prazo de três dias para que retirassem o maquinário utilizado e saída dos garimpeiros, além de comerciantes, barqueiros que realizam o transporte de combustíveis, sob a ameaça de uma ação por parte da tribo.

Interdição realizada pelos indígenas contra a garimpagem.

Desse modo, de acordo com o que foi informado, por volta do meio dia (12h), os indígenas das aldeias kaburua, manhuary, kabaque, que são a favor da garimpagem, direcionaram-se até o local do manifesto e tentaram impedir a ação que estava acontecendo, a mesma foi encerrada, porém, após diálogo entre os mesmos, deu-se prosseguimento à interdição, sem prazo para finalização do movimento.

Além disso, os indígenas que apoiam a atividade garimpeira também iniciaram seu próprio manifesto, carregando faixas e cartazes pelas ruas da cidade. Com base em informações cedidas por autoridades de Jacareacanga, a Funai já foi comunicada sobre as manifestações, dessa forma, aguarda-se uma resposta do coordenador do órgão em Itaituba.

Manifestação à favor da garimpagem.

Fonte: Portal Giro

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.