José Gomes Lima, padrasto da adolescente desaparecida.

Caso Samila: Padastro é preso temporariamente pela polícia em Trairão

Padastro foi preso na manhã de sexta-feira (4) devido suspeitas de envolvimento no desaparecimento da adolescente.

José Gomes Lima, padrasto da adolescente desaparecida.

José Gomes Lima, conhecido como Miúdo, padastro da estudante Samila Vaz Garcia, de 12 anos, que está desaparecida há duas semanas em Trairão, foi preso pela polícia na manhã da última sexta-feira (4), suspeito de ter envolvimento no desaparecimento da própria enteada.

Segundo informações da Polícia Civil, Miúdo apresentou contradições no seu depoimentos, que corroboram para as suspeitas de seu envolvimento no desaparecimento.

Samila Vais Garcia, de 13 anos, desaparecida. (Reprodução)

A prisão é temporária e pode ser prorrogada, serve para a polícia investigar o caso com melhor precisão, sem uma possível interferência do suspeito.

A polícia têm apurado com afinco todas as informações que surgem sobre o caso e está considerando todas as linhas de investigação, inclusive a de que o padrasto poderia ter assassinado Samila e ocultado seu corpo.

Samila desapareceu no dia 20 de setembro, quando saiu de sua casa, na vicinal do Balanção, para receber exames no hospital Municipal, acompanhada do padrasto, que disse ter deixado a adolescente no Hospital e se dirigido a uma comunidade para confirmar um emprego. Segundo ele, quando retornou ao local já não encontrou mais a menina.

Fonte: Portal Giro

Mora em Trairão? quer receber nossas notícias? Clique AQUI e solicite entrar no grupo do portal Giro de sua cidade.

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.