Mansueto Neto de Aguiar e Maria Morenita, vítimas.

Casal morto em acidente em Santarém deixa muitos familiares em Itaituba

Maria Morenita morreu neste domingo (18) em decorrência do acidente que aconteceu há 25 dias; Casal já morou em Itaituba.

Mansueto Neto de Aguiar e Maria Morenita, vítimas.

Mansueto Neto de Aguiar e Maria Morenita foram vítimas de um gravíssimo acidente ocorrido em 24 de Julho na BR-163, em Santarém. Mansueto teve a perna decepada e morreu na hora, a esposa morreu neste domingo (18) na UTI do HMS, onde estava hospitalizada e, segundo informações, teve uma das pernas amputadas.

Equipe do Samu nos primeiros socorros às vítimas de acidente na BR-163 — Foto: Kamila Andrade/G1

O casal morou por muito tempo em Itaituba e, segundo familiares, tiveram três filhos, todos nascidos nesta cidade. Eles são da família de grandes empresários e também já tiveram empreendimentos por aqui. Um membro da família disse ao Giro que Mansueto foi, no passado, sócio em negócios com o atual prefeito Valmir Climaco.

O causador do acidente

Gerson Regalado foi preso em flagrante pela Polícia Rodoviária Federal — Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Polícia Civil indiciou o motorista Gerson Regalado pela morte do casal. Ele deve responder pelo crime de duplo homicídio. Gerson até então estava respondendo por homicídio culposo e lesão corporal, já que Mansueto Neto morreu após o acidente e Maria Morenita ainda estava hospitalizada.

O condutor foi preso em flagrante ao ser constatado que o mesmo conduzia o veículo sob efeito de bebida alcoólica. A justiça arbitrou fiança de R$ 100 mil para que o homem respondesse aos processos em liberdade. Gerson Regalado deu uma casa avaliada em R$ 170 mil como garantia e foi solto.

O acidente

Carro foi parar no mato, na lateral da BR-163 após bater motocileta por trás e capotar — Foto: Kamila Andrade/G1

A batida entre o carro e a motocicleta aconteceu no km 40 da BR-163, próximo à entrada de Belterra. Minutos após o acidente, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local e após o condutor do veículo passar pelo teste do etilômetro, foi constatado que ele estava sob efeito de álcool, com 0.63 miligramas por litro de ar alveolar.

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.