Bois que morreram foram levados por populares de formas inusitadas. (Foto: Junior Oliveira/Brasil Novo em Foco)

Carreta com mais de 60 bois tomba e população saqueia a carga na Transamazônica

Vídeos divulgados mostram pessoas carregando bois inteiros em veículos pela rodovia.

Bois que morreram foram levados por populares de formas inusitadas. (Foto: Junior Oliveira/Brasil Novo em Foco)

Um grave acidente terminou com seis bois mortos e dezenas feridos na manhã desta sexta-feira (15), em Brasil Novo, município do Sudoeste Paraense. O que mais chama a atenção no caso foi a forma que a carga foi saqueada. Pessoas levaram bois inteiros em caminhonetes, arrastaram animais com cordas em alta velocidade e até usaram caminhões para levar o gado morto.

Segundo informações do 16º Batalhão de Polícia Militar (BPM), o caminheiro tentou subir a chamada Ladeira da Onça, no km-48 da Rodovia BR-230, a Transamazônica, mas o veículo perdeu força e, ao voltar de ré, acabou tombando.

O acidente foi por volta de 4h30, quando o caminhoneiro, que carregou o veículo com a carga viva em Uruará, seguia para o município de Novo Repartimento, cerca de 550 quilômetros de seu ponto de origem. Contudo, após cerca de 100 km de viagem, o caminhoneiro chegou em um ponto da Transamazônica que está sem asfalto, e onde acidente tem sido frequentes. Quando ele estava quase superando a famosa Ladeira da Onça, a carreta começou a deslizar na terra, tombando de lado e ferindo gravemente vários bois. Segundo a PM, o motorista disse que haviam 65 animais no veículo.

O motorista não se feriu com gravidade, ficando com algumas escoriações pelo abdômen e pernas. Ele foi socorrido e levado para um hospital de Brasil Novo, onde segue em observação.

Já os bois foram as principais vítimas, pois além de feridos, ficaram definhando, presos nas ferragens do caminhão. Eles ficaram durante boa parte da manhã dentro do veículo e foram morrendo por causas dos ferimentos. Até o começo da tarde, os animais sobreviventes já haviam sido resgatados, mas a carreta continuava no local, aguardando remoção.

Veja abaixo vídeo do ocorrido:

Fonte: O liberal

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.