Caminhão capotou na região do Corta Corda após não conseguir realizar curva em ladeira — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Caminhão com madeira capota em ladeira e deixa três mortos em Santarém

Veículo estava sendo usado para transportar madeira apreendida durante operação ‘Artemis’ na região da Rodovia PA-370.

Caminhão capotou na região do Corta Corda após não conseguir realizar curva em ladeira — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Três pessoas morreram após um caminhão carregado com madeira perder o controle em uma ladeira e capotar na região da Rodovia Estadual PA-370, em Santarém, no oeste do Pará. O acidente aconteceu na área do Projeto Agroextrativista Corta Corda na noite de sexta-feira (20) durante uma operação ambiental.

De acordo com o delegado plantonista da 16ª Seccional de Polícia Civil, Herbert Farias, as primeiras informações que chegaram ao Núcleo Integrado de Operações (Niop) era que o acidente havia acontecido com uma guarnição de policiais que estavam auxiliando a retirada de madeira apreendida na comunidade Corta Corda na operação Artemis.

Caminhão em meio ao comboio usado na operação ‘Artemis’ — Foto: Dominique Cavaleiro/G1

Coordenados pelo superintendente da Polícia Civil do Baixo Amazonas, delegado Jamil Casseb, policiais e o Centro de Perícias Científicas (CPC) seguiram para o local.

“Uma fatalidade muito grande que tirou a vida desses trabalhadores, que estavam a serviço da Ufopa. No momento do retorno o caminhão estava carregado e em uma descida muito íngreme com uma curva ao final, ele não conseguiu realizar a curva, passou direto, caiu em um abismo e capotou umas três vezes”, contou o delegado.

Equipes da Universidade Federal do Oeste do Pará, Ibama, Exército e Polícia Civil acompanharam a retirada da madeira de dentro da área onde foi apreendida.

Os ocupantes do veículo foram atingidos por madeira e pela própria estrutura do caminhão. Josielson Mendes da Silva foi levado para o hospital, um morreu no local e outros dois ficaram presos entre as ferragens e também morreram. Os mortos são Ornilson Silva de Almeida, Jaderson dos Santos Marques e Edivaldo Sanches Souza.

Josielson Mendes da Silva, de camisa preta manga longa, no momento do carregamento do caminhão — Foto: Dominique Cavaleiro/G1
Em nota, o Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS) informou que Josielson está na estabilização, foi avaliado pelo médico plantonista. Ele realizou exames de sangue e de imagens. Está sob avaliação da ortopedia, deverá passar uma cirurgia. O quadro clínico é estável até o momento.

Sobre o transporte

Ao G1 Santarém, o Ibama disse que a responsabilidade pelo transporte é da beneficiada pela doação da madeira. Que o Instituto não possui autonomia para contratar esse tipo de serviço. E que o contato feito pelo órgão para apoio na operação de retirada da madeira foi com o Exército Brasileiro, seguindo todos os protocolos.

A operação

A Operação “Artemis” é uma ação conjunta das Polícias Civil e Militar, Semma e Ibama deflagrada na quarta-feira (18) na região do Corta Corda. No local foram encontrados trabalhadores fazendo o beneficiamento de madeira, além de armas, maquinário utilizado na derrubada das árvores, além de 700 metros de madeira em toras e beneficiada.

A Operação Artemis foi deflagrada após diversas denúncias e 4 meses de investigações. Uma aeronave do Estado fez o sobrevoo na região para identificar a procedência das denúncias.

Foram apreendidos maquinários, serrarias móveis, caminhões, tratores, armas, motosserra, 500 metros cúbicos de madeira em tora e 200 metros cúbicos de madeira já beneficiada.

Fonte: G1 Santarém

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.