Antonio Magno Lima Pereira, assassino confesso de empresário de Moraes Almeida. (Foto: Divulgação Polícia Civil)

Assassino confesso de empresário de Moraes Almeida chega a Itaituba após prisão

Lutador profissional de Jiu Jitsu foi preso em Cuiabá/MT e irá responder por três crimes, entre eles latrocínio e ocultação de cadáver.

Antonio Magno Lima Pereira, assassino confesso de empresário de Moraes Almeida. (Foto: Divulgação Polícia Civil)

Após viagem de 1.475 km, foi apresentado na delegacia de polícia de Itaituba Antonio Magno Lima Pereira, assassino confesso do empresário Eurivaldo Alves Marinho, crime ocorrido no distrito de Moraes Almeida. O corpo foi encontrado no sábado (14), por volta das 16h, em cova rasa na região do garimpo Boa Esperança. Após a retirada do corpo pelo IML de Itaituba, constatou-se que o mesmo sofreu um tiro na região da boca e possivelmente foi bastante espancado.

Empresário Eurivaldo Alves Mariano estava desaparecido há cinco dias.

Magno foi preso na cidade de Cuiabá/MT e irá responder por crime de latrocínio, ocultação de cadáver e tentativa de estelionato, pois, após matar a vítima, o mesmo subtraiu o aparelho celular para se passar pelo referido e solicitar grande quantia em dinheiro a esposa da vítima, utilizando-se de diversos argumentos fraudulentos.

O autor dos crimes é lutador profissional de Jiu Jitsu, já tendo inclusive morado em Miami nos Estados Unidos, onde participou de várias competições, sendo que tem o apelido de “cri cri” no mundo das lutas. As investigações continuam no sentido de esclarecer com detalhes o que levou ao cometimento dos crimes e se existe mais alguém envolvido.

Equipe da Polícia Civil de Itaituba. (Foto: Divulgação Polícia Civil)

O procedimento policial que apura o caso é  presidido pelo DPC Raphael Oliveira Ribeiro, Titular da 19a Seccional Urbana de Itaituba, que durante às diligências iniciais  contou com o apoio do Superintendente Regional do Tapajós, DPC Vicente Gomes, do NAI Santarém tendo a frente DPC Silvio Birro, além do apoio da PM do destacamento de Moraes Almeida e da Polícia Civil do Mato Grosso nas pessoas do DPC Veloso e Agente Romildo e equipe da Polinter PC/MT.

Entenda o caso

Antonio Magno Lima Pereira, assassino confesso de empresário de Moraes Almeida.

O empresário e Diretor da ALPEMMAR (Associação pela legalização dos pequenos mineradores de Moraes Almeida e região) desapareceu na manhã de segunda-feira (09), quando manteve contato com sua esposa pela última vez, por volta das 10h da manhã, em áudio via whatsapp. Ele saiu para ir até sua propriedade rural.

Após confirmado o desaparecimento do empresário, a polícia, juntamente com a família e moradores do Distrito, realizaram buscas na esperança de encontrá-lo com vida. Porém, as primeiras pistas de que o mesmo havia sido assassinado começaram a aparecer, primeiramente encontrou-se a caminhonete utilizada por ele, em seguida o seu boné, em uma região de mata.

A cova onde o corpo foi encontrado fica em um local próximo a um barraco abandonado de propriedade de uma senhora identificada como Francineuma, mãe do assassino confesso Antônio Magno.

Segundo informações apuradas, Magno estava neste local á 06 meses e conheceu a vítima há poucas semanas. Ele esteve com Eurivaldo na segunda-feira e, já na terça-feira pela manhã, partiu da região garimpeira rumo ao Estado do Mato Grosso.

Durante o período em que o empresário esteve “desaparecido”, Magno utilizava o aparelho celular da vítima para pedir dinheiro à esposa e amigos do próprio, sempre dizendo que estava com problemas e que precisava de dinheiro.

Foram dias torturando à família e mandando mensagens até que a Polícia Civil de Itaituba, no inquérito presidido pelo DPC Rafael Ribeiro, em parceria com as Polícias de Cuiabá/MT e de Rondônia, conseguiram desvendar os fatos e chegar até a identidade do suspeito. Com base nas informações e com a localização do telefone celular a policia de Cuiabá logrou êxito em capturar o indiciado e esclarecer os fatos.

Fonte: Portal Giro com informações da 15ª RISP – Superintendência Regional do Tapajós

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.