Após prisão de sobrinho, prefeito de Itaituba retira servidores lotados na polícia

Em nota, entidades representativas de delegados do Pará criticaram o prefeito itaitubense, tachando o ato dele de “precipitado e imoral”.

Postado em: 18 de setembro de 2018, às 14:59hs

Valmir Climaco, prefeito de Itaituba

De acordo com publicação do blogueiro Jeso Carneiro, um dos mais conceituados da área política na região, o prefeito Valmir Clímaco (MDB),  de Itaituba, ordenou a volta imediata de todos os servidores lotados na delegacia de Polícia Civil do Pará no município que realizavam atendimentos diversos à população.

A decisão, na última sexta-feira (14), ocorreu em represália à prisão de um sobrinho de Climaco pela polícia.

A 19ª Seccional da Polícia Civil em Itaituba é comandada pelo delegado Milhomem.

O Giro conversou com um dos envolvidos no caso, que preferiu não ser identificado, ele disse que não tem nada a falar, “não existe isso” completou

Sobre a prisão, ele disse que as carnes apreendidas foram incineradas e que a secretaria de Saúde foi acionada, através da vigilância sanitária, que cumpriu seu papel.

Em nota, entidades representativas de delegados do Pará criticaram o prefeito itaitubense, tanchado o ato dele de “precipitado e imoral”.

“Ressalta-se que entendemos que tal ato é arbitrário, e foi praticado com nítido e expresso desvio de finalidade, haja vista ter sido motivado pela prisão em flagrante, na data supramencionada, de um nacional que identificou-se como sobrinho do Prefeito”, diz a nota.

Abaixo, a íntegra:

NOTA DE REPÚDIO

“As Associações dos Delegados (as) de Polícia do Estado do Pará e o Sindicato dos Delegados (as) de Policia do Pará vêm a público repudiar o ato PRECIPITADO E IMORAL, por parte do governo Municipal de Itaituba, que no dia 14/09/2018, determinou a convocação e transferência definitiva, de 8 (oito) servidores da Prefeitura, que encontravam-se cedidos à 19ª Seccional Urbana de Itaituba, para realização de serviços diversos, de atendimento à população.

Ressalta-se que entendemos que tal ato é arbitrário, e foi praticado com nítido e expresso desvio de finalidade, haja vista ter sido motivado pela prisão em flagrante, na data supramencionada, de um nacional que identificou-se como sobrinho do Prefeito.

Após ser cientificado pelo Diretor da Seccional, da impossibilidade legal, de liberação de seu parente, o gestor maior do município de Itaituba, possivelmente descontente, informou verbalmente àquela Autoridade Policial, que iria determinar a convocação imediata dos servidores cedidos, como de fato o fez.

Repudiamos a insensatez”.

OUTRO LADO

Prefeito não foi encontrado para falar sobre o assunto.

Fonte: Jeso Carneiro

Reagir
Curtir Amei Haha Uau Triste Grr
631

Compartilhe

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.