Acidentes de Trânsito: o que fazer diante de um? Como prevenir?

Dr João Rufino, ortopedista e traumatologista, estreia sua coluna informativa no portal Giro falando sobre acidentes de trânsito; Saiba o que fazer diante de um acidente e como preveni-los.

Postado em: 8 de maio de 2018, às 12:37hs | Atualizado em: 29 de maio de 2018 às 15:05

Dois acidentes na rodovia transamazônica no intervalo de 30 minutos no dia 16 de abril de 2018.

Os acidentes de transito apresentam grande importância no contexto de saúde pública brasileira, já que, um a cada nove pacientes internados é vítima de tais ocorrências. Cresce significativamente o número de pacientes encaminhados ao pronto socorro devido a lesões decorrente desses eventos, levando ao óbito em muitos casos.

A cidade de Itaituba, no Pará, possui um dos trânsitos mais violentos do Estado. De janeiro a setembro de 2013 o Hospital Municipal de Itaituba atendeu 1.099 vítimas de acidentes. Número esse que cresceu, durante a mesma época em 2014, para 1.482 atendimentos. Em um levantamento, a partir do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde, a taxa de mortalidade em Itaituba apresenta números bem superiores à média nacional.

É importante ressaltar que, a taxa de acidentes e mortalidade por motocicletas é a que obteve um maior aumento nos últimos anos, causadas principalmente pelo gênero masculino, cerca de 80%, e com faixa etária entre 20 e 29 anos. A região corpórea mais comumente atingida em acidentados de transporte é a de membros inferiores/superiores, seguida pela região da cabeça/pescoço.

Motoqueiro avança preferencial e colide com uma van causando uma fratura exposta, acidente ocorrido na última segunda-feira (7) em Itaituba.

No Brasil, hospitais públicos tem, aproximadamente, cerca de 50% dos leitos ocupados por vítimas de acidentes de transito e, estatisticamente, para cada morte, quatro sobrevivem com sequelas. A área de Traumatologia é a que mais recebe vítimas de acidentes. Itaituba e Santarém integram essa estatística

O que fazer diante de um acidente de transito?

  1. Sinalize o local imediatamente com as luzes de alerta do carro, se for possível, e com o triângulo de segurança posicionado em distância segura.
  2. Verifique a condição das vítimas e ligue para o serviço de emergência médica (SAMU 192) e tente detalhar ao máximo a situação dessas pessoas, isso ajudará a preparação dos socorristas.
  3. Caso você não seja um profissional da área da saúde com treinamento em primeiros socorros, NUNCA movimente as vítimas, pois isso pode agravar alguma fratura, lesão ou sangramento que não pode ser visto.
  4. Converse com as vítimas para verificar o nível de consciência delas, ou tentar mantê-las conscientes.
  5. AGUARDE OS SOCORRISTAS.

E então, como prevenir acidentes e evitar mortes no transito?

  1. Motociclistas devem usar sempre capacete e ficar atento para que o modelo seja completo. Usar roupas apropriadas, acender as lanternas do veículo mesmo durante o dia e nunca ‘costurar’ na via nem conduzir na calçada.
  2. Usar cinto de segurança, não só nas estradas, mas também na cidade.
  3. Sempre praticar a direção defensiva.
  4. Atenção aos semáforos e ao limite de velocidade permitido.
  5. Não consumir álcool.

O respeito ao próximo e praticar a cidadania são essenciais para tentarmos de uma vez por toda prevenir acidentes de trânsito.

Reagir
Curtir Amei Haha Uau Triste Grr
Sobre o autor

João Carlos Rufino

Ortopedista e Traumatologista

(93) 99222-6664 | (93) 3518-3150

Clínica Cuidar e Hospital Cristo Salvador

João Carlos Rufino tem 28 anos de idade é natural da cidade de Belém do Pará, concluiu faculdade e residência médica em Traumato-ortopedia pela Universidade do Estado do Pará (UEPA) na cidade de Santarém, é membro da sociedade brasileira de ortopedia e traumatologia (SBOT). CRM 11325 - TEOT 16040

Compartilhe

Comentários

A seção de comentários deste site permite que as pessoas comentem o conteúdo usando as respectivas contas do Facebook. Para comentar, você precisa estar com uma seção ativa na rede social.