PM tem casa invadida, é torturado e executado na frente da família em Parauapebas-PA


Um policial militar foi brutalmente assassinado no final da noite de segunda-feira (11), dentro da própria casa, em Parauapebas, sudeste paraense. A vítima, identificada como cabo Oliveira, foi feita refém junto com a família, torturada e morta.
O crime ocorreu por volta das 23h, quando os quatro suspeitos invadiram o local. Segundo a primeira linha de investigação, os criminosos inicialmente queriam realizar apenas o assalto, mas resolveram torturar o cabo após encontrarem uma farda estendida na sala da casa e descobrirem que ele era policial.

Eles passaram a pedir a arma do cabo Oliveira, que entregou a pistola. Então, os invasores cortaram as pernas dele com uma faca e alvejaram três vezes contra o policial. O cabo Oliveira ainda conseguiu pular a janela do segundo andar da casa e ir para a rua pedir ajuda. Nesse momento, os criminosos fugiram do local de carro, levando a arma e eletrodomésticos.

Um dos envolvidos ainda tentou estuprar a filha do policial, mas não desistiu e fugiu com o resto do bando após o cabo pedir ajuda. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

O caso está sendo investigado pela delegacia de Parauapebas.

– DOL

5 COMENTÁRIOS

  1. Se os policiais, seja PM, PC, PF pegarem esses bandidos, e tem como pegar, só ver as digitais, e os deixarem vivos, eu falo, só tem fraco.

    • Falar é fácil… Quem tem boca fala o que quer… Tenho certeza que vontade não falta para os Guerreiros da PM em matar estes meliantes… Mas a questão dos direitos humanos e dos limites impostos pelos comandante tá uma coisa tão descarada que o PM pensa 2 vezes antes de puxar o gatilho com medo de perder a farda

  2. Lamentável o fato!
    Mas o texto está totalmente desconexo, título diz que foi executado diante da família, depois lendo observamos que foi torturado diante da família mas conseguiu fugir e pedir socorro, depois fala que tentaram estuprar a filha do PM mas NÃO desistiu e fugiu com resto do bando, o bandido desistiu e fugiu. Não lê o texto antes de publicar?!

  3. Tem alguns vagabundos que defendem esses lixos, são lixos que defendem lixos. Bolsonaro 2018, pena de morte e prisão perpétua no inferno para esses lixos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, indique o seu nome aqui